Madeiras

As tabelas abaixo mostram os valores do módulo de Young (módulo de elasticidade) e do coeficiente de Poisson para materiais cerâmicos e semicondutores utilizados em engenharia à temperatura ambiente.

Elas apresentam valores médios do módulo de Young (módulo de elasticidade) para a compressão paralela às fibras para vários tipos de madeira, e valores médios do coeficiente de Poisson para várias classes de madeira, tanto de alta quanto de baixa densidade.

As propriedades são expressas em valores médios que podem variar significativamente dependendo do processamento e da qualidade do material. Os valores exatos podem ser medidos através dos testes não destrutivos dos Sistemas Sonelastic®, tanto à temperatura ambiente quanto em função da temperatura e / ou tempo.

Madeira

Material Módulo de elasticidade
Espécies de Madeira GPa 106 psi
Angelim pedra (Hymenolobium petraeum): 12.9 1.87
Casca grossa (Vochysia spp): 16.2 2.35
Cupiúba (Goupia glabra): 13.6 1.98
Eucalipto Citriodora (Eucalyptus citriodora): 18.4 2.67
Eucalipto Grandis (Eucalyptus grandis): 12.8 1.85
Eucalipto Maculata (Eucalyptus maculata): 18.1 2.62
Eucalipto Urophylla (Eucalyptus urophylla): 13.2 1.91
Ipê (Tabebuia serratifolia): 18.0 2.61
Jatobá (Hymenaea spp): 23.6 3.42
Cedro doce (Cedrella spp): 8.06 1.17
Valores de referência, apenas. Para valores exatos, caracterize o material usando os Sistemas Sonelastic® .

Madeira
Orientação da amostra Coeficiente de Poisson envolvido Coeficiente de Poisson para madeira de baixa densidade Coeficiente de Poisson para madeira de alta densidade
Longitudinal: ν_LT e ν_LR 0.40 ± 0.05 0.43 ± 0.07
Radial: ν_RT e ν_RL 0.25 ± 0.25 0.35 ± 0.30
Tangencial: ν_TR e ν_TL 0.20 ± 0.15 0.18 ± 0.15

Os módulos elásticos (módulo de Young, módulo de cisalhamento e coeficiente de Poisson) e o amortecimento de compósitos podem ser caracterizados com precisão através dos testes não destrutivos dos Sistemas Sonelastic® quando submetidos à temperatura ambiente e em função da temperatura e / ou do tempo. O conhecimento de valores exatos é crucial para a optimização do uso do material e para a confiabilidade das simulações através de elementos finitos. As caracterizações dos módulos elásticos e do amortecimento também são empregadas na engenharia de novas variações desses materiais, como painéis e tábuas de madeira.

Esta seção do site é um resumo de um extrato extraído da revisão técnica ITC-ME / ATCP Análise dos Módulos Elásticos: Resumo e métodos de caracterização e do Informativo Técnico Científico ITC-05 / ATCP: Caracterização dos módulos de elasticidade de madeiras utilizando a Técnica de Excitação por Impulso (IET) - (língua:português brasileiro).


Referência bibliográfica:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Projeto de estruturas de madeira, NBR 7190. Rio de Janeiro, 1997. 107 p.

BODIG, J., JAYNE, B. A. Mechanics of wood and wood composites. Malabar (EUA), Krieger Publishing Company, 1993.


Saiba mais sobre os Sistemas Sonelastic® :
Sistema Sonelastic® para amostras de pequeno porte
Sistema Sonelastic® para amostras de médio porte
Sistema Sonelastic® para amostras de grande porte
Sistema Sonelastic® customizado e orçamento

Caracterização dos módulos de elasticidade de madeiras

Informativo Técnico-científico: Madeiras

Metodologia para a caracterização dos módulos de elasticidade de madeiras e derivados empregando a Técnica de Excitação por Impulso.

Catálogo Sonelastic®

Catálogo Sonolastic®

Catálogo técnico dos Sistemas Sonelastic®.

Folder do Sonelastic®

Folder Sonelastic

Os Sistemas Sonelastic® são instrumentos modulares e customizáveis para caracterização precisa, rápida e não-destrutiva dos módulos elásticos e do amortecimento de materiais empregando a Técnica de Excitação por Impulso.